quarta-feira, agosto 15, 2007

Sexy, Drugs and Rock 'n' roll


Todo dia fazia tudo sempre igual, às seis da manhã sacudia vivendo num clipe sem nexo, um pierrô-retrocesso meio bossa nova e rock 'n' roll, ideologias jorravam de montes nas estantes empoeiradas da biliblioteca, no entanto, queria uma pra viver. Foi então que num belo dia, cansada de esperar o trem das sete, resolveu mudar. Na cabeça um único objetivo : Fazer tudo o que queria fazer, ligou o rádio e... Que surpresa! Ouvio algo novo, diria até inusitado indagando a si mesmo "Ora, mais quem é ele esse tal de rock 'n' roll? ", E o aparelho, que treco mais estranho, respondeu "Pleased to meet you, hope you guess my name" e completou "Oh yeah".

De início assustou-se, mais depois só queria cantar como a cigarra canta, e desse seu canto não abria mão. As veses pegava-se pensando "Se o V de verde é o verde da verdade, 2 + 2 são 5, não é mais 4 não" pobre dessa moça, só podia estar louca, pela vizinhaça só se ouvia "Let me sing, let me swing, let me sing my blues and go" e no algue da sua agonia recitava Shakespeare. Mais foi num Domingo, sangrento domingo que de uma só tacada matou 7 moscas, por isso foi foragida pra califórnia, viver a vida com as ondas. Agora só queria curtir, "enjoy the trip" e chupando drops de aniz viver o destino de star, afinal, agora era uma femme fatale!

3 comentários:

Rafael disse...

Andas, te drogando, gustavo???
kkkkkkkk
Ficou bem criativo ^^
flw
abraço

kelly disse...

mto bacana... acredito q tds tem uma dose de "Sexy, Drugs and Rock 'n' roll", apesar de nem tds saber usar moderadamente...kkkk
té +

Cheri disse...

Good post.